Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo noticias sobre medicamentos e saúde

PESQUISA DO IDEC CONSTATA QUANTIDADE EXCESSIVA DE GORDURA TRANS E SATURADAS EM PANETONES E CHOCOTONES

Teste feito pelo Idec em 51 produtos de 23 marcas encontrou grandes quantidades de gordura trans e saturadas. Em comparação à pesquisa realizada em 2007, 15 panetones acabaram com a gordura trans em sua composição.

Produtos com apelo infantil não seguem padrões nutricionais adequado às crianças.

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) realizou uma pesquisa de rotulagem com panetones e chocotones de diversas marcas para avaliar a quantidade de gordura trans, gorduras saturadas e para comparar a quantidade de trans de acordo com produtos pesquisados no ano passado.

O chocotone da marca Roma é o que traz maior quantidade de gordura trans em uma fatia de 80 g: 2,9 gramas, ou seja, 0,9 gramas a mais do que um adulto poderia ingerir em um dia inteiro - segundo a Organização Mundial de Saúde que recomenda a ingestão de, no máximo, 2 gramas por dia.

33 produtos, ou 64,7% do total analisado informaram conter "0% de gordura trans". Em pesquisa semelhante realizada no ano pas…

O COMBATE À CEGUEIRA INFANTIL DEVE SER PRIORIDADE MUNDIAL

Dia do Cego (13/12) serve de alerta para a população que, quando bem esclarecida, desempenha papel fundamental na prevenção e no combate à perda precoce da visão

Cerca de 500 mil crianças ficam cegas anualmente, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Do total, 80% morrem nos primeiros anos de vida por doenças associadas à visão. Apesar dos números, oftalmologistas brasileiros destacam que 60% dos casos
poderiam ter sido evitados ou tratados. "Estudo realizado em instituições para cegos, em São Paulo e Salvador, mostrou que as principais causas de cegueira infantil tratável ou prevenível são glaucoma congênito, seguido da retinopatia da prematuridade, da síndrome da rubéola congênita e da catarata congênita - que juntas
correspondem a 45% do total das doenças oculares em crianças",informa a oftalmologista Larissa Pedroso, do Inob, em Brasília.

O glaucoma congênito ou infantil, que lidera o ranking, pode já estar presente no nascimento ou surgir nos primeiros anos de vida. …

CRISE FINANCEIRA: COMO A SITUAÇÃO ABALA A MENTE E O EQUILÍBRIO DAS PESSOAS

Terapeuta mostra caminhos para enfrentar este momento conturbado

A atual crise econômica não abala somente as finanças das empresas,mas também os alicerces internos dos indivíduos sejam eles pequenosmédios ou grandes investidores.

A sociedade sempre fomentou a crença nas forças e na potência das instituições financeiras como forma de vencer, crescer e ser admirado.
Logo, as pessoas direcionam sua energia na busca incessante pelo reconhecimento alcançado através do sucesso financeiro.

"Durante toda a vida os cidadãos do mundo foram levados a acreditar na importância do 'ter' e, de uma hora para outra, as pessoas percebem que esses valores podem estar fadados ao fracasso", explica a Dra.
Dorli Kamkhagi, Psicóloga Responsável do Gender Group do Amadurecimento do serviço de Psicoterapia do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Segundo a terapeuta, a crise permite maiores reflexões e transformações nas pessoas d…

MEDICAMENTO REDUZ O RISCO FUTURO DE USO DE DROGAS POR CRIANÇAS COM

Dr. Ricardo Teixeira

O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) é uma condição geneticamente herdada que se caracteriza por sintomas de desatenção, inquietude e impulsividade. O problema acomete entre 6% e 8% das crianças em todo o mundo e ate 60% delas continuarão a apresentar os sintomas durante a adolescência e a idade adulta.

Já é bem reconhecido que crianças com o diagnostico de TDAH tem um maior risco de, no futuro, usarem drogas - incluindo tabagismo, abuso e dependência de álcool e de drogas ilícitas. Além disso, há um forte corpo de evidências que aponta que esse risco é menor entre adolescentes que receberam tratamento com medicações estimulantes,como o metilfenidato, durante a infância. Estudos em modelos animais
revelam que o uso dessas medicações reduz o interesse por drogas como
a cocaína. O fator psicossocial também é relevante e podemos hipotetizar que crianças tratadas na infância receberam mais atenção por parte dos pais.

Um novo estudo publicado na última…